terça-feira, 3 de agosto de 2010

Obrigada II - O Resgate no lodo

Tudo começa com a idéia. Toda idéia vem de um gênio incompreendido - Sempre! O único problema do gênio compreendido é que normalmente ele também é um pouco insano... ... ...

"Pensei em comemorarmos meu aniversário no dia 31, já que no dia 05 vou pra Maceió. Pensei em fazermos no Cassino, já que tem mais espaço e aí podemos fazer um dormidão com todo mundo! Tipo a festa do pijama e sobretudo! =D"... Alguns comentaram que estaria frio e tal, mas todo mundo acabou topando (Pra variar, o primeiro é sempre o Marco, que atóra as minhas indiadas! hihihi).

Dia 31 batemos em retirada o Loriz, o Marco e eu no carro do Loriz um pouco mais cedo que a mãe e a mana (que iriam logo após de ônibus) e Depois o Loriz voltaria pra buscar a Dinda (que "por acaso" é irmã da minha mãe e mãe dele e do Marloz), a Leleh, o Marloz e a Ingrid.

Quando chegamos ao cassino, era um lodaçal desgraçado, uma vez que tinha chovido durante a madrugada toda. A entrada da casa do pai era quase um lago. O que dava pra ver era puro barro. Foi aí que aconteceu a desgraça... Quisemos ser aventureiros (Porque a gente "Ri na cara do perigo!" né Loriz? haha) e atolamos o carro na entrada da casa.
Exatamente. Ficamos atoladinhos, os três (UI!).

Nós não sabiamos se ríamos ou se choravamos! O carro cheio de tralha (edredom, pães, salsichas, um bolo, etc), eu com um abscesso do tamanho de um ovo e morrendo de dor e os guris tentando desatolar o carro e nada.
Foi aí que o Loriz teve a idéia: O Marco e ele empurravam enquanto eu dava a ré. Justo eu que nem bicicleta sei manobrar!
O resultado dessa façanha foi que sim, desatolamos o carro. Mas para pagar tamanha heresia (a de me por no volante), o Loriz teve que compensar sacrificando o espelho do carro (já que eu consegui socar o carro num espaço impossível de manobrar!). Depois disso tudo eu olho pro Loriz e pergunto: "primo, cadê o Bolo?" E nessas de "desce do carro", "não, não desce!" ele me lembra que eu tinha deixado o bolo (que eu estava carregando) em cima do capô (Mãe! Eu sei que omiti esse detalhe durante todo o fim de semana, mas foi pro teu próprio bem, viu? Espero que tu ainda me ames!). hahahahaha

Desatolados, embarrados (os guris, eu me salvei dos pés pra cima. Mas o Marco e o Loriz tinham barro até na cara!), cansados e sem saber se riamos ou chorávamos decidimos voltar pra cidade.

Acabamos fazendo o aniversário na casa da dinda. Porque a mamys tava com a casa interditada por motivos de chuvas e cavalos (piadinha interna! hehehe). E de todo o jeito é sempre divertido "farrear" com eles.

Não só farrear. Fazer qualquer coisa. Passar férias, jogar jogos de tabuleiro, virar as madrugadas, fazer planos malucos, fofocar, zoar, pegar junto, discutir, perturbar, inventar coisas pra fazer (como amigos secretos de dias bizarros hehe) ou não fazer nada... Porque isso é uma família. E a minha família é das mais doidas. As pessoas são muito peculiares e cada um tem a sua maneira, o seu jeito "esquisito" de ser e fazer as coisas e eventualmente esse jeito se choca com o do outro. Um é muito expansivo, o outro é muito calado, um divaga demais, o outro é muito realista, um é muito sentimental, o outro é muito fechado, um é muito empático, o outro é muito autocentrado... E por aí vai.

E cada um tem uma maneira de dizer que gosta do outro tão peculiar quanto a sua própria forma de ser. Pra alguns é fácil abraçar e expressar, outros a gente percebe que gostam quando oferecem um espaço pra que a gente chegue e se sinta confortável, outros brincam... Mas é amor igual, é amor de toda a forma. Não tem como dizer "eu não te amo", "eu não gosto de ti!". As pessoas podem ter mágoas ou problemas umas com as outras, como em qualquer outra família. Elas divergem, discutem e até se arrancam os cabelos (Oi Lili! \o/ hahaha). Mas não existe falta de amor.
E como eu gostaria de poder dizer agora: Viu, vó. Tu construiste a tua casa sobre a rocha (Mesmo que o fim de semana tenha sido sobre o "Lodo"!). Porque eu sei que ela gostaria de ouvir isso (Inclusive a parte do lodo! hehe).

E obrigada família das "filhas da Neli". Eu sempre acreditei em nós.
E também apóio a nova agregada, viu? A dona Ingrid camisa 11. (Porque a Nicole camisa 10 é velha, antes de ser namorada do Loriz ela já era irmã de verão! hahaha) :)

Dia 05 pra mim serão 24 anos de bons e maus momentos, mas independente disso de suporte e amizade. Enquanto lembravamos dos momentos infância, pentelhice, e cabelos brancos maternos do "quarteto angelical" (Vulgo Loriz, Marloz, Lili e eu) eu pensava no quanto foi importante pra mim ter tido vocês sempre perto (digo, os três sempre perto e as mães e a vó sempre correndo atrás, né? hahahaha).

Amo vocês. Simples assim.
(Não chora dinda! hahaha)

7 comentários:

  1. Own primona do meu coraçao, que lindo!

    Tb te amo, adoro as indiadas, as noites acordo jogando rpg, cumendo, falando bobagem, ratiando e tudo mais.

    é otimo poder fazer parte da tua familia, foi otimo crescer ao teu lado e ver essa mulher incrivel que te tornastes "tomando forma", é uma honra pra mim alem de te chamar de prima, poder te chamar de amiga.

    Soh quero que tu saibas, que tu é mto especial pra mim, podes conta cmg sempre, pra qualquer coisa, vo ta do teu lado SEMPRE.

    Te AMO Primona do Coraçao!
    Feliz aniversario(adiantado)
    Boa viagem!
    =***********************************************

    ResponderExcluir
  2. Verdade mana...Também adoraria que tua vó (minha mãe) visse tudo isso até porque ela sempre teve "receio" que quando ela se fosse eu e a Patri (tua dinda, minha irmã, mãe do Loriz e do Marloz e tia da Lili) nos afastássemos e houvesse discórdia por causa dos "bens materiais."Embora eu soubesse que isso não ocorreria pois nós(eu e a Patri) fomos criadas para darmos mais importância ao ser do que ao ter mas, sim, temia que nos afastássemos.
    Já diz o velho ditado casas são feitas de pedras, famílias, de amor.
    Amei tudo que postasses por fazer parte de não apenas o que tu sentes mas, do que nós sentimos!
    De ti e da Lili, sem comentários pois são a minha razão de continuar e querer sempre o melhor.
    Minha irmã é o máximo! Amodoro ela vezes muitão. Meus sobrinhos, ah... sem explicação!
    Enfim, cada um tem a família que merece! Sou feliz pois mereço o melhor e vocês são o meu melhor!
    Vocês foram criados sempre juntos para que servissem de elo a corrente e, deu certo! (Tá bem, deu também inúmeros cabelos brancos)
    Assim como tu, adogooo estar com vocês todos ao redor mesmo que seja para não fazer nada.
    Quanto ao bolo, ainda vou te amar embora isso mas, não deixo mais tu levar ele pra passear e só perdôo pq ainda assim ficou muito bom!!!)

    Amo a minha família das filhas da Neli!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Lindinha da Dinda (esqueci d novo a minha senha, mas desta vez a minha mana, tua mamy, sabe + é muito tarde/cedo pra ligar e perguntar! hahahahaha)
    Asorei tudo que postasses, + não deu pra segurar as lágrimas.
    Lembrei do dia fatídico em que tive que, abraçada a minha maninha e ambas aos prantos escolher o caixão e a roupa para sepultar nossa mãezinha. Num dado momento tua mãe chorando me disse:"- Agora somos só nós duas, Patri." E concordei com ela...
    Mas nós duas estavámos muito equivocadas, ver nossos filhos e filhas (netos e netas da Neli)com tanto amor e união, que não parecem primos, parecem quatro irmãos e que mesmo em ideias doidas como "festa do pijama" fazem questão de ter as duas filhas da Neli presentes...
    Nossa minha adorasa irmã, nunca estivemos tão erradas ao pensar que sem nossa mãezinha estaríamos sozinhas. Nunca seremos só nós duas e vamos curtir nossos netos(as) e sobrinhos(as) netos(as) juntas, maninha. É só ler o que a nossa adorável Lisa postou ou assistir nossos filhos, genros e noras juntos.
    A Lisa tem razão nossa mãe(Nely) construiu a família dela sobre a rocha do mais puro e genuíno amor.
    Amo muitissímo todos os descendentes da Nely, inclusive aqueles que ainda não nasceram, e todos serão recebidos e cercados com muito amor.
    Te amo muito minha afilhadinha e amigona! Beijão da Dinda

    ResponderExcluir
  4. adooorei! esses aniversarios sao sempre os melhores! :P
    ainda tem a comemoração pós viagem.. nao te esquee :P amo tu sua coisinhabem bunitinha do quarteto!!
    #saudade

    ResponderExcluir
  5. ahh e depois que eu descobri qu da pra tirar essas letras de confirmação pra enviar os comentarios.. eu gosto um pouco menos de ti #AFF

    ResponderExcluir
  6. Own Lisa (já posso chamar assim?), obrigada por me incluir também no teu post, me deixa muito feliz saber que sou, nem que seja um pouquinho, já considerada parte da família. E ainda mais contente por ter participado de um momento que foi especial pra ti. Família é realmente tudo!
    Te desejo muitos aniversários semelhantes a este!
    Feliz aniversário(pós meia noite)!

    ResponderExcluir
  7. Os próximos serão ainda melhores! ;)

    ResponderExcluir